sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Resenha: O Segredo de Emma Corrigan - Sophie Kinsella


Autor (a): Sophie Kinsella
Editora: Galera Record
Páginas: 384
SINOPSE: Em O Segredo de Emma Corrigan , Sophie Kinsella segue a receita que fez da série Os delírios de consumo de Becky Bloom sucesso de público - foram mais de 35 mil exemplares vendidos só no Brasil - e crítica. Com humor e muito charme, ela nos apresenta a Emma, uma inglesa perto dos 30 anos, mas longe de uma definição na vida. Na memória ela guarda situações ultraconfidenciais: como perdeu a virgindade enquanto os pais assistiam Ben-Hur na sala de TV, o que pensa sobre o namorado, as peças que prega nos colegas de escritório, seu peso real.

Funcionária Júnior da Panther Corporation, uma empresa de produtos energéticos e esportivos com filiais por toda Grã-Bretanha, Emma vai a Glascow participar da reunião de marketing sobre um novo refrigerante, a Panther Cola. O que parecia uma grande oportunidade profissional se transforma num pesadelo. Como se não bastasse ter derramado a bebida num superior, seu vôo de volta para casa quase cai. Em momentos de tensão as pessoas fazem as coisas mais estranhas. E Emma Corrigan não é exceção. Acreditando estar a um passo de uma morte trágica, ela conta todos os seus pequenos pecados para o passageiro ao lado. Afinal, qual a probabilidade de vê-lo de novo? Ainda mais com vida?

Mas o destino decide brincar com a protagonista: o avião pousa em segurança e o distinto cavalheiro nada mais é que o fundador e presidente da empresa onde trabalha. E além dos segredos pessoais, Emma abriu o verbo sobre todos os colegas da Panther e suas estratégias para enrolar no serviço. Para recuperar o respeito profissional - e voltar às boas com o pessoal do escritório - Emma se mete nas situações mais inusitadas, quase novelísticas. Mas com as quais todas as mulheres acabam se identificando.



Emma trabalha no departamento de markenting de uma grande empresa a Panther Corporation e vê uma grande oportunidade de promoção quando é enviada a Glascow para uma reunião com um possível novo parceiro, mas como nem tudo são flores e a nossa querida protagonista não se dá bem logo no inicio da história, a reunião foi um grande fracasso e pra completar o dia ruim no voo de volta há uma turbulência, além de por si só ser desesperador, Emma morre de medo de avião ai já viu né: uni duas coisas desesperadoras e a nossa querida personagem entrou em pânico. 

Em casos assim cada pessoa tem uma reação, alguns gritam, outros paralisam de medo; no caso de Emma foi como se ela tivesse tomado o soro da verdade e começou a contar todos seus segredos ao cara que estava ao seu lado. Ela falou tanto coisas profissionais como pessoais, todos os segredos que você pode e não pode imaginar, claro, acreditando que iria morrer. Mas por muita sorte tudo acaba bem, nesse quesito. O voo pousa em segurança e tudo não passou de um grande susto, ela vai encontrar o namorado, Conan, voltar a empresa sem sua promoção e o estranho vai tomar seu rumo, tudo ótimo, mas não é bem assim que as coisas funcionaram.

No dia seguinte ao retornar ao trabalho, Emma tem a grande surpresa em descobrir que o estranho para o qual ela contou todos os seus maiores segredos não era bem um estranho, mas sim um dos donos e fundadores da Panther Corporation que estava visitando a empresa.


Nem preciso dizer que a nossa protagonista ficou sem saber o que fazer. O que fazer com uma pessoa que sabe todos os seus segredos? Todas as mil e uma dúvidas possíveis e impossíveis surgiram na mente dela.



O que eu posso dizer é que O Segredo de Emma Corrigan é uma história extremamente divertida e que a cada momento é uma surpresa, houve momentos que não imaginava o que iria acontecer.

Os personagens são apaixonantes, criei um carinho enorme por Emma e Jack logo nas primeiras páginas, assim como outros personagens como o avó de Emma, mas também aqueles que não gostei nadinha como a prima de Emma e o marido da prima.

A narração é em primeira pessoa, no ponto de vista de Emma e a narrativa é super fluida e leve, contagiando facilmente o leitor.

Esse foi o primeiro livro da Sophie Kinsella que li, mas já posso dizer que foi o primeiro de muitos.



Essa resenha faz parte de um projeto de Leitura Coletiva.
Para ver a opinião dos outros blogs sobre o livro é só clicar nos links abaixo:

Who's that girl?
Literando Total
Paginou
Desbravando o Infinito


Já leram ou pretender ler a obra? Ou tem algum favorito da autora? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião nos comentários!

Tecnologia do Blogger 2014-2016