segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

Resenha: Para Todos os Garotos que Já Amei - Jenny Han


Autor (a): Jenny Han
Editora: Intrínseca
Páginas: 316
SINOPSE: Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou - cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. 
Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.

 

Quando a editora anunciou o lançamento do livro fiquei louca para ler! O enredo me deixou extremamente curiosa para ler, mas não pude comprar na época, mas meses depois aqui estou para resenha-lo:

Jenny Han nos apresenta a história da jovem sonhadora Lara Jean que mora com o pai e as duas irmãs. A mãe havia morrido há cinco anos e desde então sua irmã mais velha, Margot , tem sido seu total porto seguro.

Quando chega a hora da irmã partir para a faculdade Lara Jean começa a ficar preocupada com o futuro dela e da família, além do vizinho e namorado da irmã, Josh, que também faz parte da família, mas que com a partida de Margot ela resolveu terminar o relacionamento deixando todos sem saber se todos os laços que haviam sido formado entre eles continuaria ou não.

Além de ter que cuidar da irmã mais nova, Kitty, que tem um gênio forte; cuidar do pai e ajudar na casa, Lara Jean ainda descobre que está metida em uma grande encrenca: Peter, um dos meninos mais populares e bobos da escola, havia recebido uma carta que ela escreveu muitos anos antes quando teve uma paixonite por ele.

Vou explicar melhor a situação: quando Lara Jean se apaixona por alguém ela escreve uma carta contando tudo o que sente, escreve o remetente e a guarda na caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. No total foram cinco cartas escritas, mas ela não pretendia que nenhuma delas fosse lida, era apenas uma forma de desabafo.

Ela já sabia o efeito que uma das cartas havia criado agora faltavam quatro e uma era a que ela mais queria que tivesse sido molhada pela chuva ou comida por um cachorro.

Qual das cartas e o remetente dela só vai descobrir quem ler, pois já acho informação demais.

Só passo garantir que quem Lara Jean menos espera será quem a ajudará e vai ser muito divertido toda essa experiência.



Como falei no início do post, estava louca para ler esse livro há muito tempo e por isso criei muitas expectativas (algo que tenho tentado não fazer), confesso que fiquei um pouco desapontada no início, pois imaginei que o livro tinha uma direção diferente, acredito que tenha sido uma interpretação livre levando em conta que nunca procurei a fundo sobre o enredo. 

Caso você também imagine que a história gira em torno das cartas e o mistério de quem as enviou se esqueça imediatamente para que não se decepcione.

Tem aquele ditado: " A primeira impressão é a que fica", sorte que não levo em conta na minha vida literária, pois teria uma opinião negativa da obra por tudo que relatei acima, mas ao contrário, foi uma das melhores leituras do ano!

A narrativa de Han é muito fluída e gostosa de ler, os capítulos são curtíssimos (alguns, inclusive, com uma página) o que torna a leitura tão rápida quando você percebe já está no final. Li muito mais rápido do que imaginava, li em dois dias aproximadamente oito horas.

Além de ser um livro extremamente fofo, não tenho outra palavra para descrever, desde a capa até os personagens tem um alto nível de fofura que é algo que fazia muito tempo que não encontrava.

Super recomendo a obra e estou louca para ler PS: Ainda Amo Você.

Alguém já leu ou pretende ler?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião nos comentários!

Tecnologia do Blogger 2014-2016