quarta-feira, 8 de abril de 2015

Resenha: Hades - Alexandra Adornetto


Titulo Original: Hades
Autor (a): Alexandra Adornetto
Editora: Agir
Páginas: 336
SINOPSE: Bethany Church é um anjo enviado à Terra para combater as forças das Trevas. Apaixonar-se nunca fez parte da sua missão, mas o vínculo entre ela e seu namorado mortal, Xavier Woods, é inegavelmente forte. Mas mesmo o amor de Xavier e os cuidados de seus irmãos anjos, Gabriel e Ivy, não impedirão que Beth seja levada a um passeio de moto que acabará no Inferno. Lá, o demônio Jake Thorn não permitirá que Beth volte à Terra e pedirá a ela algo que poderá destruí-la e também seus entes queridos. A história que Alexandra Adornetto iniciou com Halo, best-seller que entrou na lista do The New York Times na semana de seu lançamento, ganha mais um capítulo cheio de ação e reviravoltas, com demônios e anjos em guerra e o poder do amor sendo posto à prova. 


Aqui a resenha do primeiro livro da série, Halo.

Não é dessa vez que Beth e Xavier tem seu final feliz, afinal desafiar as barreiras do Céu e enfrentar um símbolo do Inferno não ficará sem consequências.

No segundo livro da série, Bethany é enganada e raptada por Jake, um dos sete filhos de Lucífer, que a leva para viver com ele no Inferno, ou como ele prefere chamar: Hades.

Para os demônios a nova aquisição de Jake tem um grande valor, pois nunca uma criação Divina  entrara em Hades sem que tivesse renegado ao Senhor o que, para eles, provava a força de Lúcifer. Mas ninguém sabia quais realmente eram os planos destinados a Beth.

Na Terra, Ivy, Gabriel e Xavier, estavam desesperados para encontrar Bethany, mas não tinham nenhuma pista e não sabiam como chegar onde ela estava prisioneira, o jeito era esperar que o Céu os ajudasse.

Beth tinha certeza que o Céu iria interferir para salva-la e logo seus irmãos e seu grande amor chegaria, mesmo depois de tanto dias passado em seu cativeiro.

Será que até um demônio pode amar?

Na obra podemos observar o amadurecimento dos personagens, especialmente de Bethany, que passa a compreender melhor a si mesma e todo o contexto em que está vivendo, além de refletir sobre seu sentimento por Xavier.

O que mais gostei no livro foi a criatividade da autora na forma que ela criou para que os leitores saibam o que está acontecendo na Terra enquanto Beth está em Hades já que a narração é em primeira pessoa sem alternar os narradores.

Com uma pegada bem diferente do primeiro me deixou muito mais animada para o terceiro volume da série. Recomendo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião nos comentários!

Tecnologia do Blogger 2014-2016