segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Resenha: Eleanor & Park - Rainbow Rowell


Titulo Original: Eleanor & Parl
Autor (a): Rainbow Rowell
Editora: Novo Século
Páginas: 328

SINOPSE: Eleanor & Park é engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths. Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.


A história gira em torno de dois jovens: Eleanor e Park, e se passa em 1986. A narrativa é dividida entre eles, ora com a narração de Park ora com a narração de Eleanor.

Muitos criticam o livro e o denominam "paradão", e por mais que eu goste de histórias na qual contém mais ação, esse livro me cativou. É uma leitura "inocente", de dois jovens que se apaixonam. 

Eleanor está fora dos padrões de beleza, o que faz ela ser vitima de zoações, além de ter uma família mega desestruturada e de baixa renda( Para vocês ter noção, ela não tem nem uma escova de dentes). 

Já Park, possui uma família na qual Eleanor deseja. 

Os dois se envolvem, e você irá ODIAR o padastro de Eleanor, além de questionar a mãe dela centenas de vezes. E foi isso que me prendeu a leitura, conhecer a família dela, e todos os problemas que os rondava.
 

Conforme eles vão se relacionando o livro vai ficando mais intenso, as descobertas e o amor que um sente pelo outro é realmente lindo.

E o final? Ahhh o final, não é nem triste nem feliz, depende do ponto de vista. Mas se olhar pelo ponto de vista do amor: não é um final alegre.

Alguém já leu?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe sua opinião nos comentários!

Tecnologia do Blogger 2014-2016